Semana da Trilha: Coisa Clássica

1 set

Oi gente, voltei!

Já que falamos esses dias de trilha sonora e ontem eu comentei das big bands, nada mais justo que comentar as canções de uma cinebiografia hiper recomendada, de um dos maiores nomes da black music americana (isso sim eu considero black music) e do soul, que nos influencia até hoje. Eu falo de Ray Charles, esse senhorzinho simpático:

Ray Charles Robinson nasceu em Albany, em 23 de setembro de 1930 e faleceu em Los Angeles, em 10 de junho de 2004, aos 73 anos, vítima de uma doença no fígado. Era pianista e cantor e revolucionou o mercado musical no final dos anos 50, com suas músicas que misturavam soul, black, r&b e gospel.

Embora muita gente não saiba, Ray não nasceu cego, mas perdeu a visão aos sete anos de idade e até sua morte, não soube o real motivo. Muitos diziam ser glaucoma, outros que ele foi vítima de uma infecção causada por água com sabão e não tratada. Ficou órfão ainda na adolescência, se envolveu com drogas, teve 12 filhos, mas nada disso abalou sua genialidade musical.

No ano de sua morte o músico ganhou o filme sobre sua vida, sendo interpretado de forma única por Jamie Foxx:

Não é que se parece?

Foxx levou um Oscar de Melhor Ator por este trabalho e o longa por mixagem de som. O filme conta toda a vida de Ray, seu envolvimento com drogas, mulheres, sucesso, perdas na família… e suas canções.

A trilha, como não poderia deixar de ser, é repleta de canções de Ray Charles, dubladas pelo protagonista. Além de ser muito boa, por conter clássicos de sua carreira, também mostra o dom e o poder de suas músicas, muito bem feitas, compostas e totalmente diferentes do padrão da época.

Me lembro que a primeira vez que ouvi estava terminando a faculdade e sem ver o filme, já tive a sensação de estar em um enorme salão, dançando e cantando hits e mais hits do músico. Cada detalhe é calculado, cada voz se encaixa, tudo combina… e mesmo assim você não consegue definir o gênero, só aproveita.

Se você gosta de música boa mesmo e presta atenção em detalhes técnicos, aconselho a ouvir a trilha sonora desse filme. Claro que muitas canções foram deixadas de lado, mas não havia como contar mais de 5 décadas de história em duas horas, não?

Ah sim, o trailer do filme está abaixo:

Vamos aos sucessos, aqui no original:

E no longa:

E mais um, do filme:

Agora me digam, quem mais gosta de Ray Charles? Quem não se pegou cantando essas músicas?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: