Série “das antiga” – Super Vicky

4 out

Oi gente, voltei!

Há tempos queria fazer uma série de posts com séries da infância e que muitos de nós não lembramos. Lá no comecinho do blog escrevi sobre “Maried With Children” e desde então pensava em continuar, mas sempre passava algo na frente.

Aí que talvez fosse a hora de deixar essa idéia vir, e here we come! Vocês se lembram da Super Vicki? Essa aqui:

Imagem: Reprodução

A série foi feita na década de 80, transmitida pelo canal de TV ABC entre 85 e 89, teve 96 episódios e se chamava Small Wonder. Aqui no Brasil se chamava Super Vicky e foi exibida pela Rede Globo, como parte da Seção Comédia em 1987. Já na década seguinte, a Record a reprisou.

Seu elenco era formado por (durante todas as temporadas):

– Tiffany Brissette: Vicky, a robô

– Dick Christie: Ted Lawson;

– Marla Pennington: Joan Lawson;

– Jerry Supiran: Jamie Lawson;

– Emily Schulman: Harriet Brindle (a vizinha pentelha);

– Daryl Bartley: Warren (1986-1987);

– William Bogert: Brandon Brindle (1986-1989);

– Alice Ghostley: Ida Mae Brindle (1988-1989);

– Edie McClurg: Bonnie Brindle (1985-1986);

– Paul C. Scott: Reggie Williams.

A história se passava na casa da família Lawson, com o pai, Ted, sendo um cientista especlializado em robótica. Em seu trabalho, ele cria a andróide V.I.C.I (Voice Input Child Identicant) e leva o robô para casa, para que sua esposa, Joan, e seu filho, Jamie, pudessem ter uma menina em casa.

Porém ele não revela que na verdade pretendia fazer da máquina algo para ajudar nas tarefas domésticas. Mas aí já era tarde mais, a garota já havia sido incorporada á família. Enquanto os vizinhos a achavam bonitinha, também desconfiavam do jeito de Vicky, especialmente Harriet, a vizinha apaixonada por Jamie e detestada pelo mesmo.

Enquanto isso o garoto se divertia e fazia com que a robô cumprisse suas tarefas, assim ele teria mais tempo para descansar e brincar. Sua “irmã” tentava aprender com Jamie a ser uma criança normal, mas sempre atrapalhava a vida de todos, criando diversas situações divertidas.

Mesmo a série sendo eleita uma das piores já feitas, eu acho Super Vicky muito divertida. Primeiro porque era novidade para mim e segundo que, como outras crianças eu mesma já quis ter uma andróide como ela. A questão é que essa comédia é tão marcante para mim que vira e mexe ainda me pego cantarolando a musiquinha…

“She’s a small wonder…” Aqui:

E aí, quem mais se lembra dessa série?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: