Estréias da Semana

11 nov

Oi gente, tudo bem?

Vamos às novidades de cinema, que hoje são muitas, para complementar o final de semana (e pré-feriado, né?). Olhem só as estréias:

– O Guarda: A primeira recomendação de hoje é uma comédia com Brendan Gleeson, Don Cheadle, Liam Cunningham, David Wilmot, Rory Keenan, Mark Strong, Fionnula Flanagan, Dominique McElligott, Sarah Greene e Katarina Cas no elenco. Temos dois policiais, totalmente diferentes um do outro, obrigados a trabalharem juntos para acabar com uma quadrilha de drogas no interior da Irlanda. Enquanto o sargento Gerry Boyle (Gleeson) é rude e excêntrico, Wendell Everett (Cheadle) é o certinho e compenetrado agente do FBI. Certo dia um colega dpe Boyle desaparece e a cidade passa a ser alvo de investigação. É nessa hora que chega Everett e acaba com a tranquilidade do policial.

– Reféns: Nicolas Cage e Nicole Kidman encabeçam esse longa, ele como Kyle e ela como Sarah, um casal que vive confortavelmente em uma casa junto de Avery (Liana Liberato), sua filha adolescente linda e rebelde. Até que, em certo momento, ladrões invadem a casa e a família é feita refém, fazendo com que não só aumente a tensão, mas segredos, traições e mágias venham à tona.

– 11-11-11: Com a mesma direção de “Jogos Mortais”, temos aqui outro longa de terror, dessa vez envolvendo a data que é, oh wait, hoje! Joseph Crone (Timothy Gibbs) é um escritor que sofre pela perda da esposa e filho. Para tentar se recuperar, ele vai para Barcelona, Espanha, encontrar com seu irmão Samuel (Michael Landes) e seu pai, muito doente. Durante a viagem, Joseph percebe o número 11 lhe acompanha durante toda a sua vida e sempre de forma estranha. Assustado e em um país desconhecido, ele conta com a ajuda de Sadie (Wendy Glenn) para entender os mistérios do número, inclusive a mensagem que a data 11/11/11 pode lhe trazer.


– Pronto para Recomeçar: Will Ferrell é o protaginista desse longa, interpretando Nick Hasley, um ex-alcoolatra em tratamento que em uma recaída, perde a esposa e o trabalho, modificando totalmente sua vida. Para se recuperar e dar um novo início aos seus dias, ele faz uma grande venda de garagem em casa, contando com o apoio e incentivo de seu vizinho.

– Late Bloomers – O Amor não tem Fim: O casal Mary (Isabella Rosselini) e Adam (William Hurt) está junto há 30 anos, com filhos criados e curtindo a aposentadoria. Ao mesmo tempo, chegam à conclusão de que estão envelhecendo e decidem encarar a nova fase, cada um de sua maneira. Enquanto ele percebe que sua carreira e finanãs não são tão rentáveis quanto esperava, ela demonstra sinais de demência.


– Amanhã Nunca Mais: Lázaro Ramos volta aos cinemas como Walter, um médico-anestesista workaholic e estressado. Ainda assim ele tenta ser um pai e marido presente e no aniversário de sua filha, se oferece para buscar o bolo da menina. Claro que no caminho ele encontra uma série de dificuldades que irão atrapalhar sua idéia de salvar seu casamento e a festa de sua filha.

– Reidy, a Construção da Utopia: Documentário sobre a vida e trajetória do arquiteto Affonso Eduardo Reidy, nascido na França e radicado no Rio de Janeiro desde a década de 30. Responsável pela construção do Aterro e Parque do Flamengo, o personagem tem sua história contada por textos do mesmo, com todas as suas alegrias, vitórias e derrotas, com suas obras reverenciadas até os dias atuais.

– Os 3: Três estudantes universitários de três locais diferentes do país se encontram em uma festa e logo se tornam amigos. Em seguida, alugam um apartamento, estreitam os laços e logo passam a ser chamados de “Os 3”. No término do curso e a maturidade chegando, obrigando-os a serem independentes, os jovens transformam sua casa em um cenário de reality show, com os três como principais personagens.

– Se não nós, quem? Nossa última sugestão de hoje é um longa alemão, passado no início dos anos 60, com Bernward Vesper (August Diehl) e sua amiga Gudrun Ensslin (Lena Lauzemis), que logo se apaixonam durante a Alemanha Ocidental e suas mudanças. Juntos eles criam uma editora polêmica, já que o primeiro trabalho publicado é do pai de Bernward, um homem nazista. A partir daí uma série de questões acompanham o casal, junto de uma transformação mundial.

Temos muitas sugestões, né? Qual vai ser a sua escolha para esse final de semana?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: