Comprei: MDNA, Madonna

2 abr

Oi, gente! Voltei!

Semana passada foi lançado oficialmente o novo trabalho da Madonna, chamado MDNA. Aí que eu, curiosa, ansiosa e admiradora da material girl, já estava de olho no CD quando a Saraiva anunciou a pré-venda da edição deluxe do álbum, então comprei. Dois dias depois do lançamento oficial, ele chegou em minha casa:

Por ser a edição de luxo, a caixinha traz dois CDs, um com 12 faixas e o segundo, com 5, incluindo um remix de “Give Me All Your Luvin’n – Party Rock Remix” feito pela cantora e a dupla LMFAO (e que eu achei muito bom mesmo). Coloquei o álbum no rádio logo que abri a caixa, para saber qual seria desse trabalho e posso dizer que gostei, viu?

Se comprararmos com o CD anterior, Hard Candy, digo com a maior certeza do mundo que o “MDNA” está bem acima. Muito mais eletrônico, com toques experimentais e ao mesmo tempo carregado no pop que a Madonna se consagrou. Todo aquele toque de hip hop de “4 Minutes” foi embora (thanks, William Orbit) e voltou a cantora renovada de “Bedtime Stories”, aliada ao som maduro do “Ray of Light” e as letras pessoais e pop do “Confessions on a Dancefloor”.

Eu, particularmente, gostei. Talvez tenha até me lembrado um pouco do “American Life”, que todo mundo critica e eu acho um trabalho interessante. É bem eletrônico, como se ela tivesse retomado seu caminho. A crítica ainda anda meio dividida, mas ao mesmo tempo MDNA já estreou no topo das paradas. Interessante que tem poucas músicas lentas entre as faixas, talvez sejam somente duas.

Acho que tem um lado mais sombrio, como se a Madonna buscasse em seu trabalho uma forma de despejar seus sentimentos pós-divórcio, mãe de quatro filhos, a questão da idade… eu vejo a cantora querendo quebrar amarras, sabem? Parece que ela precisava desabafar e a melhor forma que encontrou foi por meio das batidas eletrônicas. É algo que te faz dançar, mas ao mesmo tempo ouvir e prestar atenção às letras.

Para ler algumas críticas, você pode clicar AQUI e AQUI. Eu comprei o CD nesse link. É o melhor trabalho da artista? Talvez não. É ruim? De forma alguma. Eu diria que é daqueles que não passa despercebido, mas não é O álbum do século, capice? Fãs de Madonna vão gostar, claro (como eu gostei).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: