Esmalte da vez – Preto Sépia, Risqué

11 maio

Oi, gente! Tudo bem?

Antes de começar a falar de esmaltes: FELIZ DIA DAS MÃES! Se vc é mamãe, que seja muito mimada e valorizada. E para quem não é, mas tem a mãe por perto, aproveite para fazer isso e deixar as mágoas de lado, meu povo! Até pensei em fazer um post em homenagem à mommys mas né, não conseguiria digitar duas linhas sem chorar. A gente está se recuperando de uma fase bem difícil, ela ainda precisa de muitos cuidados, então eu teria muita dificuldade em escrever algo à altura nesse momento.

Mas vamos voltar azunha. Estava com o 530 – Stunning Slate, da Maybelline, e mesmo ele sendo um pouquinho (mas bem pouquinho) mais chato de aplicar, talvez por falta de talento meu, vou continuar falando que atualmente a marca é uma das que mais gosto. O bonitinho durou bem nas minhas unhas, com um desgaste aqui e ali.

Até tentei arrumar, porém como me falta talento, resolvi tirar tudo lá para terça e dar um descanso. E hoje a ideia era usar um fúcsia, mas do nada me peguei na quinta em um momento saudosista. Aí não teve jeito, corri para um dos esmaltes que mais gosto e sou capaz de fazer estoque (nunca o tire de linha, Risqué, por favor!):

01 - Esmalte

Eu AMO (em caixa alta mesmo) o Preto Sépia, mas acabo usando-o uma vez ao ano, praticamente. E sempre nessa época, mas não sei dizer o motivo. Acho que com tantas outras cores, me esqueço o quanto um esmalte preto cremoso é simples, porém absurdamente lindo (já o mostrei AQUI, AQUI e AQUI).

02 - Esmalte

Gosto tanto dele que fiz questão de deixar as unhas bem curtinhas. Ficou fofo, né? Eu sei que não sou a melhor na esmaltação (e por isso, me desculpem pelas tosquices de imagens), mas até que consegui fazer direitinho com ele, não?

03 - Esmalte

Das outras vezes que usei, foi minha mãe quem passou. Continuo achando a textura dele muito boa, de fácil aplicação e com brilho imenso. O meu vidrinho deve ter uns dois anos e até agora nem dá sinal de estragar ou mudar algo. Eu passei duas camadas e uma de top coat (o roxinho da Risqué também), mais por hábito mesmo, até porque uma camada ainda deixava as pontas das unhas meio manchadas.

Uma vez disse aqui que ele era meio chato de limpar, porém sexta, quando usei o Preto Sépia novamente, minha opinião foi diferente. Talvez eu tenha aprendido, peguei o jeito… Não sei. O fato é que não é tranquilo quanto um branquinho, mas bem menos trabalhoso que um azul ou vermelho.

Se ele durar como das outras vezes, vou passar mais 365 dias apaixonada por esse esmalte. Como é lindo, gente!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: