Update – Leituras da semana

9 jun

Oi, gente! Tudo bem?

Hoje trouxe mais links, com opções em beleza, moda e música. Ou seja, ninguém pode reclamar, né? Vamos lá!

– Unha Bonita: depois do azul Frio Na Barriga e de um verde escuro cintilante, agora a atriz Giovanna Antonelli mostra o novo esmalte de sua personagem, Clara. Aí que a Dani, rápida e excelente em suas análises, já sabe qual será a cor e a testou rapidamente. Para saber, é só clicar AQUI;

– Claudinha Stoco: essa é para os atrasados do Dia dos Namorados. Quer comprar um presente para a sua amada e está sem ideia? Veja esse post com uma boa ideia para as amantes da maquiagem. A Claudinha fez uma análise com fotos bem caprichadas da paleta da Contém 1g, contando sobre pigmentação, qualidade, acabamento…

– Coisas De Diva: para quem quer aproveitar as compras internacionais antes do novo sistema da Receita Federal, ou está de viagem marcada para algum país do Oriente, vale muito a pena ver o post da Marina com boas sugestões de cosméticos asiáticos, especialmente na questão de cuidados com a pele;

– Coisas De Diva: a mesma Marina testou o kit para as sobrancelhas da Vult, que além de uma embalagem bem fofa, parece ser bom e funcional. Eu não me arrisco muito nessa área, mas se você é talentosa(o), clica AQUI para ler todas as informações;

– Julia Petit: saindo um pouco da parte beleza, vocês sabem que eu AMO Foo Fighters, né? E essa semana fiquei tão feliz em saber que já temos a data prevista para o sucessor de Wasting Light, de 2011! Yeeeey! Lá no site da ruiva elas falam sobre o lançamento com mais detalhes, som E depoimento do Dave Grohl. Corre!

– O Babado: Melisseiras de plantão, vejam isso! A Fernanda divulgou essa semana algumas imagens da nova coleção da Melissa, a Eat My Melissa, que inclusive já tem produto à venda. Eu JURO que ia me controlar, mas já tenho umas 3 na lista. Como lidar? Veja tudo !

Semana que vem eu volto!

Anúncios

Esmalte da vez – Royal Blue, Top Beauty e mais

8 jun

Oi, gente! Tudo bem?

Tá, eu sei que vocês estão curiosos para ver e saber o esmalte de hoje (e que deve seguir a semana toda), mas calma. Primeiro preciso falar que o Vinhito, da quem disse, berenice? é bem guerreiro. Digo isso porque essa semana foi bem puxada para mim e ele deu o máximo de si, descascando somente em dois dedos da mão direita.

Ok que na quarta à noite ele queria começar a sair em um dos dedos da mão esquerda, mas gente, CINCO dias depois, enfrentando faxinas e tudo mais e então aí há demonstração de desgaste? Esse tem poder! Queria tanto que mais esmaltes tivessem a fixação dos da QDB?, seria tão bom…

Aí que não me aguentava mais de curiosidade e na quarta mesmo, tirei tudo. Deixei as unhas descascarem por 24 horas e na quinta, tive um ser abençoado na minha família que fez minhas unhas! Yeeeey! E que conseguiu me convencer a adentrar (caprichei agora) em um terreno ainda pouco explorado: o das nail arts.

Então não fiquei no esmalte da novela e caprichei. Hoje temos um combo de Top Beauty + Colorama e strass. E que ainda assim ficou fofo:

01 - Esmalte

Comecemos pelo Royal Blue. Não tenho o Frio na Barriga, da linha Gio Antonelli, para comparar, mas até o momento, tenho encontrado várias resenhas dizendo que ele é um irmão do famoso, com a diferença de não secar com o acabamento emborrachado. O da Top Beauty fica com brilho normal.

Minha câmera, para variar, alterou um pouco a cor e deixou o esmalte um pouco mais claro. Eu diria que ele está bem próximo de ser o tom daquela famosa caneta que dura uma eternidade, sabe? Aquela de três letras… Além disso, vale lembrar que o Royal Blue tem 9ml na embalagem, não é hipoalergênico e se seguir os padrões da Top Beauty, tem preço bem amigo.

Assim foi como ele ficou nas minhas unhas (agora lixadas e pintadas decentemente):

02 - Esmalte

A Priscila, esposa do meu primo e ser abençoado que fez minhas unhas, passou duas camadas do Royal Blue (na primeira ele mancha bem). Limpar nem foi o problema e ele não manchou a pele. Ah, nas fotos não tem top coat, só um spray secante.

03 - Esmalte

Aí que a Priscila me convenceu a fazer uma nail art. Estava com receio, mas acabei optando por uma filha única com o Compartilha!, da Colorama. É um azul clarinho meio cintilante, ou com aquele shimmer azul do fabricante que a gente sempre tem dificuldade em ver, sabem?

O esmalte tem uma cor linda, mas é raaaaaalo. Passamos um branquinho primeiro, aí vieram duas camadas do Compartilha e as flores de strass azuis (se não me engano, a Priscila comprou no catálogo da Avon). Aqui usamos o roxinho da Colorama, não só para fazer durar, mas também para fixar as pedrinhas.

Ainda estou me acostumando com as flores. Elas não enroscaram em nada, mas ao passar o dedo dá para sentir uma textura, sabem? Vamos ver quanto tempo dura. Depois que fiz as fotos passei um top coat (o da Risqué) mais para garantir que o Royal Blue dure ao menos até quarta também.

O que vocês acharam? Está bom ou ficou demais? Acho que esse é meu limite da nail art, não sei se consigo “segurar” mais que isso, e vocês?

Gordice de finde – Bolinho de Bolo

6 jun

Oi, gente! Tudo bem?

Chegamos a mais um final de semana, o que para mim significa dia de gordices! Hahahaha E a de hoje é para os fãs de doces, como eu. Vi a receita no programa da NaMaria Ana Maria Braga e como achei fácil e tranquila, reproduzi com minhas adaptações (também chamado “fiz com o que tinha”).

É algo bem prático, que rende pouquinho, mas dá para matar aquela vontade de doces. A sobremesa de hoje se chama Bolinho de Bolo e o original pode ser encontrado AQUI. Ói que gostoso:

01 - GordiceEu fiz assim:

Bolinho

  • 150g de bolo esfarelado (1 ½ xícara de chá) (usei aqueles prontos, de chocolate, dá quase metade da embalagem);
  • 2 gemas;
  • 1 colher (sopa) de creme de leite de caixinha (15 g);
  • 75g de açúcar (1/3 xícara de chá).
  • 250 ml de água (1 xícara de chá).

Calda

  • 1 colher (sopa) de margarina (15 g) (adivinhem? Usei a de tablete! hahahaha);
  • 6 colheres (sopa) de açúcar (90 g);
  • 4 colheres (sopa) de chocolate em pó (60 g) (aquele do padre, sabem?);
  • 30ml de licor de menta, mas pode ser de qualquer sabor;
  • 100ml de creme de leite de caixinha (é o restante da caixa usada no bolo);
  • 3 colheres (sopa) de doce de leite em cubos, picado (45 g) (aquele que sobrou da semana passada).

Modo de preparo

Bolinho

Misturei em uma tigela o bolo esfarelado, as gemas e a colher de creme de leite. Deixa tudo incorporar bem e reserve, fica uma massa bem úmida e parece que não renderá nada, mas vai dar certo.

Aí você coloca em uma panela o açúcar e a água e deixe no fogo médio até formar uma calda em ponto de fio. Antes de ligar o fogo, eu mexi, para evitar que o açúcar queimasse. O ponto é quando você levanta a colher e ao invés de caírem gotas bem líquidas, fica um fio, mais grosso. Quando você teve esse resultado, desligue o fogo e misture à massa. Vai ficar algo mais pastoso, porém precisa ficar uniforme.

Enquanto isso, unte com manteiga forminhas de fundo falso. Eu usei a de torta de maçã, número 7, mas é grande. Dá para fazer com a de pão de mel e até com a de empada. Dá para fazer na de fundo fixo, porém depois tem que desinformar, ok? Quando acabar, coloque uma porção da massa (a Ana Maria encheu as forminhas, nas minhas não daria, então coloquei metade). Leve ao forno alto, preaquecido a 200°C, por 10 minutos.

Se o seu forno for antigo, como o meu, é melhor colocar no baixo e ficar de olho. E fazer o teste do palito para saber quando assou, ok? Uma vez pronto, retire do forno, espere esfriar e desinforme.

Calda

Enquanto os bolinhos assavam, fui fazendo a calda. Em uma panela pequena (e se puder, uma antiaderente será bem vinda!), coloque a margarina, o açúcar e o chocolate. Leve tudo em fogo baixo e vá mexendo até que o açúcar umedeça, dando a impressão de uma farofinha. Aos poucos você acrescenta o licor (e tem que colocar mesmo, senão nem dará ponto) e muito importante: não deixe de mexer, porque nessa hora pode grudar tudo em 2 segundos. Vá colocando e mexendo, até que a calda fique homogênea.

Depois, desligue o fogo e acrescente primeiro o creme de leite, mexendo sempre para não talhar e por fim, o doce de leite (ou nozes, castanha, amendoim, amêndoa…). Continue misturando e sirva, ainda quente, por cima dos bolinhos. Decore como achar melhor e pronto!

Minhas observações: eu quase queimei a panela. hahahaha Por isso recomendo o cuidado na calda, eu não mexi muito bem no começo e ia grudar, mas consegui reverter. Se você não bebe, pode ficar tranquila, o álcool evapora e a calda fica somente com aquele fundinho de gosto de menta, no meu caso. Acho que a bebida é essencial para  textura, então não acho que trocar por essência, por exemplo, daria certo.

Como não tinha cacau, usei o chocolate em pó, então ficou um pouquinho (mas bem pouco), mais doce. A calda sobrou bastante, então separei em um potinho para colocar em uma taça com sorvete (#vaigordinha). O doce de leite não deixa a receita enjoativa, ok? Vale usar também.

Não acho que seja uma receita para servir a várias pessoas, já que rende bem pouco. Mas para aquela tarde e só em casa, vale a pena! Eles dizem que rende 6 porções, porém isso varia conforme o tamanho da sua forminha, ok?

Semana que vem acho que trarei algo salgado… O que acham?

Estreias da semana

5 jun

Oi, gente! Tudo bem?

E lá vamos nós para mais um post de estreia de cinema. Hoje temos muitos filmes chegando, com destaque a uma super produção internacional. E fiquem de olho porque como a programação não é certa, um ou outro título pode ter sua estreia adiada, ok? Vamos lá!

01 - A Culpa É das Estrelas

– A Culpa É Das Estrelas: entenderam o motivo da grande estreia? Lá vamos nós para filas imensas! Hahahaha Chega hoje às salas a adaptação cinematográfica do best seller, que conta a história de Hazel e Gus, ambos jovens por volta dos 18 anos e vítimas do câncer. Ela, que lida com a doença desde pequena, vive seu cotidiano sem muitas esperanças. Já ele, que venceu uma fase da enfermidade, tenta ver a vida de uma maneira mais positiva. Os dois se conhecem em um grupo de apoio e juntos vivem uma história de amor, com seus altos e baixos.

02 - Oldboy

– Oldboy: mas se você não quer algo tão doce, temos também a estreia do novo trabalho de Spike Lee. Com Austin Naulty, Elizabeth Olsen, Josh Brolin, Richard Portnow, Samuel L. Jackson, entre outros nomes no elenco, o longa de ação mostra um publicitário que é sequestrado e mantido refém por 20 anos. Do nada ele é liberto e acaba entrando em uma busca para saber quem o aprisionou e os motivos para o crime.

03 - O Lobo Atrás da Porta

– O Lobo Atrás da Porta: agora vamos às estreias nacionais. Nesse drama, temos o rapto de uma criança, que acaba envolvendo três pessoas no caso. Sylvia (Fabiula Nascimento) e Bernardo (Milhem Cortaz) são os pais da criança. Rosa (Leandra Leal) é a principal suspeita do crime e, coincidentemente, amante de Bernardo. Os três prestam depoimentos contraditórios para a polícia, misturando mentiras, carências, perversidades e desejos de um relacionamento bastante complicado.

04 - Tim Lopes - Histórias de um Arcanjo

– Tim Lopes – Histórias de Um Arcanjo: quem prefere os documentários, pode se interessar por esse. Tim Lopes, para quem não se lembra, foi o jornalista da TV Globo que, após cobrir e denunciar o tráfego de drogas no Rio de Janeiro, foi sequestrado, torturado e morto de forma polêmica. Nesse documentário, temos a história de Arcanjo Antonino Lopes do Nascimento, o homem por trás do comunicador. Sua trajetória começa no Rio Grande do Sul, onde nasceu, com partida para o Rio de Janeiro. Com depoimentos de amigos, colegas de profissão e personagens, o filho de Tim, Bruno, mostra fatos inéditos da vida do repórter.

05 - Junho

– Junho: ainda entre os documentários, temos aqui uma visão das manifestações que tomaram conta do país há um ano, lembram? Começando em São Paulo, que fez passeata contra o aumento das tarifas do transporte municipal, incentivando outras capitais a tomarem a mesma atitude, com o mesmo tema ou não. No final, mais de um milhão de pessoas foram às ruas, fazendo valer os seus direitos.

06 - Vermelho Brasil

– Vermelho Brasil: agora passando para o cinema cult, começando com um épico feito entre Brasil e França. A história se passa em 1550, quando o francês Nicolas Durand de Villegaignon lidera uma expedição ao sul. Quando ele chega ao Brasil, ele tenta acabar com os índios locais, expulsar os portugueses e transformar o país em uma colônia chamada França Antártica. Uma vez que ele toma a Baía Guanabara, o Rio de Janeiro é criado e se inicia uma disputa pelo solo brasileiro.

07 - Uma Vida Comum

– Uma Vida Comum: e a nossa última estreia é esse drama italiano, focado em John May. Ele é um homem fanático por organização e absurdamente meticuloso, ele atua como inventariante, tentando encontrar os parentes mais próximos das pessoas que morrem sozinhas. Até que o departamento em que ele atua é reduzido e ele decide se dedicar ao seu último caso, se preparando para finalmente começar uma nova vida.

Semana que vem tem mais!

Observação: imagens de divulgação.

Compras na Sephora: Urban Decay, Burt’s Bees e um monte de brindes

4 jun

Oi, gente! Tudo bem?

Como é difícil segurar a mão de vez em quando, né? Digo isso porque  a gente recebe um e-mail interessante aqui, sabe de algo ali… E quando vemos, já deixamos o dinheiro em alguma loja. Hahahaha A campeã nesse quesito, para mim, é a Sephora, eles sempre me convencem a gastar e comprar algo na loja virtual (na física eu me seguro!).

Dessa vez participei de um quiz deles, ganhei um código promocional a ser usado em uma compra… E o resto está abaixo:

01 - Sephora

Vamos por partes, o que comprei mesmo foram os dois produtos da parte de baixo, à esquerda. O resto é tudo culpa da Sephora. Hahahaha. O grande culpado dessa sacola cheia foi o Revolution Lipstick, da Urban Decay, que está acima na caixinha roxa e aqui abaixo:

02 - Sephora

Estava aguada por esse batom desde que o vi no Temptalia. Mas nunca chegava aqui. Estava me preparando para pagar muito por ele (e paguei, R$ 118,00), mas sabe quando você se apaixona por algo e não o tira da cabeça? Era assim. Esse é o Naked, um cor de boca (para variar) que aqui está mais escuro e rosado.

03 - Sephora

04 - Sephora

Talvez a cor mais fiel dele em mim é essa do swatch. Não resisti e o usei no final de semana. Ele ficou mais caramelo em mim, mas ainda assim, lindo! E gente, é uma delícia de passar, desliza nos lábios mesmo, hidrata e fica muito confortável. Não parei para medir quanto tempo duraria em mim, então vou usar mais vezes para saber esse lado.

Estive em uma loja física da Sephora no sábado e já gostei de outro, que ficou rosado mesmo. Não me lembro se era o Lovelight ou o Obsessed, mas de qualquer forma, não será agora que comprarei. Se você tem o $$$, gosta de batons com bastante hidratação e está com tempo, vá a uma loja testar, acho que ao menos uma das cores (são 13) vai te interessar.

05 - Sephora

Saindo da maquiagem, resolvi testar a famosa cera de cutículas da Burt’s Bees. A Lemon Butter Cuticle Cream promete hidratar as pelinhas, assim como a da Granado (que eu amo) faz, porém de uma forma mais intensa. Tenho usado a da Granado diariamente, mas por causa desse frio siberiano daqui e os cuidados com a casa, ela não tem dado conta.

Vamos ver se essa funciona, tem que dar certo, afinal, por R$ 33,00 o negócio tem que ser bom! Hahahaha Veremos. Agora vamos à sessão sacolada de brindes:

06 - Sephora

Como atingi um valor específico na compra, a Sephora me enviou duas miniaturas. Uma delas, à esquerda é a do hidratante facial Intensive Instant Moisturizer, da linha própria deles. Acho que é a segunda vez que o recebo, porém ainda não consegui usá-lo, quero acabar com o que uso antes. Na embalagem tem 5ml, mas o pote normal vem com 50ml e pode ser comprado AQUI.

Ao lado dele tem o pó solto transparente Invisible Loose Setting Powder, da Laura Mercier. Eu tenho um da Make Up Forever e ainda estou aprendendo a usá-lo. Na verdade, até prefiro os que não são soltos, para evitar fazer tanta bagunça, mas de repente é algo que eu preciso saber fazer, né? Ainda não abri o meu, mas creio que ele tenha aqueles furinhos, para não sair muito produto, sabem? A embalagem original custa R$ 165,00 (ouch!).

07 - Sephora

E também ganhei várias amostras de perfumes. À esquerda está o “culpado” pela compra. Respondi ao quiz e descobri que meu tipo de “Miss Dior”, o famoso perfume da Dior, é o Blooming Bouquet, que é novidade na Sephora. A versão que recebi é a EDT, ou seja, com menor fixação. Testei no sábado e achei gostoso, embora não seja meu predileto (sou mais frutal que floral, sabem?).

Depois dele, temos dois que eu já havia recebido: o La Petite Robe Noire, da Guerlain, também na versão EDT. Já o tinha, então o conheço. Para mim é doce, mas está no limite. Em seguida, temos o La Vie Est Belle, da Lancôme. Outro que recebi anteriormente e deixo para usar à noite, por achar mais fortinho.

E por fim, o Omnia Crystalline Feminino, em versão EDP, da Bvulgari. Usei domingo e amei! Bem atalcado, mas fresco, leve e delicado. Compraria facilmente, pena que o preço seja tão elevado… 😦

Toda a minha compra na Sephora foi feita por meio do Cashola, que me devolve parte do valor que usei no pedido. Estou acumulando um crédito lá e quando estiver em um valor ok, resgato. Mas o site funciona, viu?

Vendo de perto – Coleção Quebrando o Gelo e outros esmaltes Top Beauty

3 jun

Oi, gente! Tudo bem?

Vocês se lembram quando mostrei nesse post a coleção de outono/ inverno da Top Beauty, chamada Quebrando o Gelo? Tinha até dito que estava interessada em algumas cores e ia procurar para comprar. Pois bem, semana passada recebi uma caixinha da empresa (super obrigada, Ana!). Na verdade caixona, porque vejam o tanto de coisas que foram enviadas:

01 - Esmalte

Calma que vou mostrar tudo com calma e conforme for usando, crio novos posts. Mas temos kits da Copa, coleção outono/ inverno, esmaltes hipoalergênicos, glitter e cuidados para as unhas. Se vocês clicarem na imagem, ela aumenta, ok?

Vamos por partes. A Top Beauty lançou kits para o campeonato de futebol, lembram? Na verdade eles pegaram esmaltes da linha regular e montaram jogos de acordo com as bandeiras dos campeões mundiais, por isso a coleção se chama World Champions. Recebi dois deles, o da França:

02 - Esmalte

E o do Brasil:

03 - Esmalte

No kit inspirado na bandeira francesa temos os seguintes esmaltes:

– Búzios: azul quase marinho cremoso;

– Branco Real: me parece ser um branquinho leitoso. Também tem acabamento cremoso;

– Helicônia: vermelho cremoso lindo e quero usar já;

– Axé: glitter da coleção Let’s Play. Esse aqui são filetinhos de tom vermelho escuro.

No conjunto brazuca, vem:

– Leblon: amarelo canário cremoso;

– Búzios: o mesmo do kit anterior;

– Angra dos Reis: não se enganem, ele é bem próximo do verde da nossa bandeira, minha câmera enganou. Assim como os outros, também é cremoso;

– Ultimate Glitter Brazilian Day: glitter hexagonáis verdes e azuis.

Como recebi duas unidades do Búzios, vou ficar com uma e a outra repassar à minha irmã. Vou criar o desafio e fazer com que ela saia da zona de conforto! hahahaha Além dos kits futebolísticos, também recebi os OITO esmaltes que compõem a coleção de outono/ inverno, a Quebrando o Gelo. Vejam que coisa mais linda:

04 - Esmalte

Aqui sim temos variações no acabamento. E claro que conforme eu usar, conto como foi. Da esquerda para a direita, são eles:

– Striptease: rosa pink aceso. Não acho que seja neon, mas está longe de ser discretinho;

– Beijo na Boca: vermelho rosado lindo que estou louca para ver nazunha;

– Lençol de Seda: amei a cor desse, é um bege acinzentado bem claro, que eu vejo até um pouco de rosa aí. Testei em uma unha só e vai ser daqueles que precisam de 3 camadas. Mas dá para usar tranquilamente no trabalho e em situações formais;

– Cobertor de Orelha: sem dúvida, meu predileto. Um roxo acinzentado, bem na linha do Audrey, da Impala. Lindo e com boa pigmentação;

– Lingerie: um azul com um quê de roxo (ou o contrário?). Bem bonito também, não me parece ser daqueles comportadinhos;

– Escurinho do Cinema: esse e os próximos dois são metálicos, ao contrário dos outros, de acabamento metálico. Me parece um verde escuro com brilho mais prata. É bonito sim;

– Buquê de Flores: azul com brilho metálico mais claro. Quero testar para ver se não é daqueles que deixam as marcas do pincel, sabem? Talvez seja um dos que eu tenha mais dificuldade em usar;

– À Luz de Vela: segue a mesma linha do Escurinho do Cinema, porém mais claro. Acredito que tenha um lado bem mais prateado que o outro. A ver.

Essa coleção já está à venda, mas como eu moro no limbo, provavelmente ainda não chegou aqui (até hoje o Marshmallow é lenda). Se já é difícil encontrar a linha regular da Top Beauty, quem dirá os abaixo?

05 - Esmalte

Sim, quem tem alergia também pode comemorar. Vejam que lindos os dois esmaltes à esquerda. Ambos são da linha Sensitive, que é 3free. Recebi o Old Bronze, um marrom bem escuro com acabamento metálico e brilho mais claro e o Red Wine, que para mim tem mais rosa que vinho em si.

No meio temos o Rock and Roll, glitter de filetinhos que me lembra algo preto com verde, depois o Slingshot, um glitter redondo todo azul clarinho. E por fim, o Royal Blue, que merece foto própria:

06 - Esmalte

Rá! Top Beauty criando a sua versão para o esmalte da novela! E agora vocês já sabem qual será o que passarei essa semana! hahahaha Testei rapidinho e vi que ele mancha na primeira camada, mas cobre na segunda. Seca sem ficar esborrachado e nem foi um caos para limpar e tirar. Estou tão ansiosa para usá-lo!

07 - Esmalte

Além do monte de esmaltes que a empresa me mandou, vieram três itens para o cuidado das unhas. O que é ótimo, porque com tantos vidrinhos, haja unha forte! Hahahah Temos óleo de cravo (não me lembro ao certo a função. Alguém sabe?) e a base branca com queratina (que ajuda e muito no fortalecimento). Ambos são 3free (excelente!) e estão na linha Nature Trati.

Por fim, temos um Amolecedor de Cutículas, com óleo de cravo na fórmula. Não tenho mais o costume de tirar, mas dá para usar da mesma forma, basta passar na região e espalhar, esperar 2 a 3 minutos e empurrar. Quem quiser, remove a cutícula, eu mesma vou deixar ela lá, hidratada. Confesso que não sabia dessa linha da Top Beauty e fiquei bastante surpresa e ansiosa para testar. Talvez seja novidade, não encontrei esse produto no site.

Posso continuar a fazer a dancinha da alegria com esse monte de “filhotes” que ganhei, né? Agora preciso multiplicar minhas mãos! Hhahahah Alguém já testou algum deles?

Observação: todos os produtos foram enviados pela assessoria, mas esse NÃO É um publieditorial. As informações, imagens, opiniões e o texto, são de minha autoria.

Update – Leituras da Semana

2 jun

Oi, gente! Tudo bem?

Hoje trouxe três sugestões de livros, de gêneros diferentes. Alguns deles já chegam às livrarias por esses dias, então fiquem de olho!

01 - A Bibliotecária de Auschwitz, Antonio G. Iturbe, Editora Nova Fronteira

– A Bibliotecária de Auschwitz, Antonio G. Iturbe, Editora Nova Fronteira: como informado na capa do livro, o romance é baseado em uma história real. Para quem não sabe ou não se lembra, Auschwitz fica na Alemanha e durante a Segunda Guerra Mundial foi o maior campo de concentração nazista, onde milhares de judeus, húngaros, soviéticos e qualquer outra pessoa que pudesse ser “inimiga” ao reich de Hitler durante o Holocausto. Sentiram a dor, né?

Pois bem, nessa obra, Iturbe traz a história de Fredy Hirsh, um professor judeu, que criou secretamente uma escola dentro do bloco 31 do campo de concentração. Ele chegou a ter 500 alunos em suas turmas, todas elas de crianças. E também foi o responsável pela fundação de uma pequena biblioteca, aqui contando com o apoio de Dita Dorachova, uma garota de 14 anos que, para ajudar, escondia livros embaixo de seu vestido. Prepare os lencinhos, porque vai ser difícil não se emocionar aqui.

02 - O Artífice - Um Detetive, Um Monge Budista e um Assassino, Tony Ferraz, editora Universo dos Livros

– O Artífice: Um Detetive, Um Monge Budista e Um Assassino, Tony Ferraz, Editora Universo dos Livros: mas se você prefere algo em ficção mesmo, hoje também tem a dica de um livro nacional de terror e suspense. O autor é um grande fã da filosofia e cultura oriental, por isso mistura aspectos zen-budistas e taoista em meio a uma história policial. Inclusive, ele recomenda ler o livro à noite (hmmm? Insônia à vista?).

Mas falando do livro. Aqui temos um assassino, que a mídia o chama de Artífice, que acaba com suas vítimas de forma incrivelmente elaborada, a ponto de a polícia de Londres não conseguir resolver os casos, nem prendê-lo. Aí temos Haryel Kitten, um detetive que ama o trabalho e é bastante reconhecido em sua área. O caso vai parar em suas mãos e ele começa a investigar os passos do serial killer, mesmo colocando em risco sua vida. Quanto mais ele se aprofunda no caso, menos entendo o que se passa.

03 - Não Se Apega, Não - Isabela Freitas, Editora Intrinseca

– Não se Apega, Não, Isabela Freitas, Editora Intrínseca: indo para algo mais leve, a última dica de hoje é um livro de autoajuda. Calma, antes de me crucificarem ao som de “The Ballad of John and Yoko”, prestem atenção. O que Freitas pretende aqui é treinar a arte do desapego, quando tiramos de nossas vidas o que deixa nosso coração mais pesado, seja um relacionamento que não vai parar frente, pessoas que não nos complementam, um amor improdutivo…

Ela se coloca como protagonista aqui, partindo do momento em que toma a decisão de terminar seu relacionamento de dois anos com Gustavo, aquele que todas querem. Como eram conhecidos por serem um casal perfeito, daqueles de propaganda de margarina, as pessoas passaram a criticar a atitude da autora. Mas só ela sabia o que sentia (ou não sentia) e as consequências de sua decisão. Era a hora de cuidar de si mesma. Nesse meio, Isabela ainda lida com as investidas de um primo, as tentações na balada e com a questão de que príncipe encantado, perfeito, não existe.

Semana que vem eu volto com mais dicas!

Observação: imagens de divulgação.